Presidente da Câmara diz que FEX será votado com urgência - Noticia dos Municípios

Política

22/11/2017 às 17h19 - Atualizada em 22/11/2017 às 17h19

Presidente da Câmara diz que FEX será votado com urgência


Governador havia solicitado que recursos fossem encaminhados com mais celeridade

FONTE: midianews

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, anunciou medida para auxiliar Estados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou, nesta quarta-feira (22), que colocará em regime de urgência urgentíssima o projeto referente ao pagamento do Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX) para os Estados brasileiros.


 


O anúncio de Maia foi feito ao lado do deputado federal Fábio Garcia (sem partido), que encaminhou requerimento de urgência para que o presidente da Câmara dos Deputados adiantasse as votações referentes ao FEX.


 


O projeto garante o repasse de R$ 1,9 bilhão aos Estados, dos quais  R$ 496 milhões serão destinados a Mato Grosso.


 


O texto foi encaminhado ao Congresso pelo presidente Michel Temer (PMDB), sem um pedido de urgência, medida que daria celeridade à aprovação. Desta forma, o recurso poderia ser pago somente no ano que vem.


 


O governador Pedro Taques (PSDB) vem se reunindo, desde a semana passada, com o presidente da República, com o presidente da Câmara dos deputados e com o do Senado, Eunício Oliveira (PMDB). O tucano solicitou que a votação fosse feita com urgência, pois o Estado precisa do recurso para que possa honrar seus pagamentos até o fim deste ano, inclusive de folha.


 


Nesta quarta-feira, o governador foi a Brasília para reiterar o pedido, que já havia sido feito na semana passada. Ele se reuniu com Maia e Oliveira.


 


Diante da solicitação do Estado, o presidente da Câmara afirmou que fechou acordo para votar em regime de urgência urgentíssima os repasses do FEX.


 


"É um pleito justo, pois sabemos das dificuldades que nossos Estados estão passando e em Mato Grosso não é diferente. Então vamos aprovar a urgência até terça-feira e em seguida vamos votar o projeto, para que ele possa ir ao Senado e depois para a sanção presidencial, para que os recursos possam ser liberados”, declarou.


 




É um pleito justo, pois sabemos das dificuldades que nossos estados estão passando e em Mato Grosso não é diferente



O deputado Fábio Garcia comemorou a decisão e afirmou que os repasses do FEX serão fundamentais para o Estado em dezembro deste ano.


 


“Deste valor do FEX, R$ 400 milhões irão para o Estado e isso ajudará muito a fechar as contas deste ano e a quitar a folha de pagamento”.


 


“Os quase R$ 100 milhões restantes irão para os municípios e, certamente, ajudarão muito os 141 municípios de Mato Grosso”, disse.


 


O recurso do FEX


 


O governador Pedro Taques comentou sobre a situação do FEX durante entrevista à rádio Capital FM, na manhã de terça-feira (21). Conforme o tucano, o recurso deve ir prioritariamente para o pagamento dos servidores públicos. Há dois meses o Governo vem escalonando o salário do funcionalismo por conta do baixo fluxo de caixa.


 


“O atraso de salário, de 11 dias para 1,3 mil pessoas, foi porque a União deixou de repassar mais de R$ 400 milhões, não só para nós, mas para todos os Estados do Brasil. Temos uma reunião amanhã em Brasília para tratar da Conab [Companhia Nacional de Abastecimento], que são R$ 110 milhões, e o FEX, que vai ajudar não só o Estado, mas todos os municípios”, afirmou.


 


“Estamos trabalhando muito para que todo salário seja pago até o dia 10, mas para isso precisamos trabalhar o FEX”, completou.

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 491 VEZES

Comentários

Veja também

Online:28

Total de Visitas:1865165

Araguaia 40 Graus
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados